Zadar e Ilha de Pag

Zadar é a cidade mais antiga da Croácia que durante a Quarta Cruzada foi saqueada pelos exércitos financiados por Veneza.

Muito pequena, de um lado uma muralha com 4 portões que dão acesso ao centro histórico e do outro o Adriático.

Vou começar pelo nosso hostel, que compôs o roteiro com primor,  Boutique Hostel Forum.

Um prédio de 3 andares (a direita da torre) melhor localizado impossível! E a melhor opção de Zadar sem dúvida!

Dormíamos e acordávamos com o cartão postal de Zadar num telão, os travesseiros posicionados para assistir o visual. A localização é fantástica também para os roles, restaurantes, bares, mar, tudo ali, na porta. O atendimento fenomenal. Tem quartos para 8, 6 e 4 pessoas, mas ficamos em quartos individuais, completíssimos inclusive com mini cozinha.

Zadar! Da minha janela!

Já comentei varias vezes sobre a importância da escolha da localização de onde ficar, mesmo com a dificuldade de estacionar, ficar no centro histórico não tem preço.

Zadar foi por mais de mil anos capital da região da Dalmácia, é cheia de atrações que vão de monumentos históricos e culturais a belezas naturais, suas ruas e casas de pedra são um convite para se perder pelas vielas até terminar o dia.

E quando o dia vai terminando é hora de ir para o Órgão do Mar e o Saudação ao Sol, duas das atrações mais disputadas no fim de tarde, ambas criados pelo artista Nikola Bašić.

Ficam cheios de gente admirando a beleza que é um conjunto da obra da natureza e do artista, a vantagem da chuva é que da pra fazer foto assim.

Tivemos 2 finais de tarde destinados a isso, porém não rolou por do sol no primeiro e no segundo dia choveu, mas eu fui mesmo assim.

Zadar, tem o Centro Histórico conhecido pelas ruínas romanas e venezianas, cercada por muros que contornam o Fórum da era romana, onde fica o Convento de Santa Maria, do século XI, com artes religiosas que datam do século VIII. Também há a grande Catedral de Zadar, do século XII, e a redonda e pré-românica Igreja de São Donato, do século IX.

Nosso hostel é esse prédio de 3 andares, atrás desses escombros da foto maior.

 

De Zadar fizemos um bate volta a Pag, a quinta maior ilha da Croácia, e a que tem o litoral mais extenso e no caminho paramos em algumas vilas para fotografar e na volta paramos no Konoba Giardin, um restaurante de família e comida local, um achado.

No caminho de Pag fomos em busca de mais uma ponte que eu achei no Google Maps, enquanto planejava o roteiro, em Rtina, o azul é o Adriático, na frente à esquerda a Ilha de Pag.

Ponte de Pag, Paski Most, que liga o continente a Ilha de Pag. Ponte construída em 1968, com 301 metros de comprimento, 9 metros de largura e um arco de 201 metros e esta a 35 metros acima do estreito de Ljubacka Vrata, no Mar Adriático.

Pag é muito conhecida pelo seu queijo de ovelha, com um sabor especial devido as ervas da região, testado e aprovado!

Ilha de Pag mais de perto, só pra conferir a cor da água e levando o carro pra conhecer a praia, sim, porque pegamos o carro com 20 km, uma delicadeza do time da locadora préviamente contratada no site da RentCars, ele só conhecia o caminho da loja para o aeroporto de Zagreb.

Zadar, é bem italianinha!

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Dica da Tati: caso você queira fazer um roteiro pela Croácia e não quiser me contratar, jamais tire Zadar dentre as cidades que irá visitar e nem pense em só dar uma passada, nos dormimos 2 noites, foi ok, mas pode até ser mais!

Aqui é a Riva de Zadar, ou o calçadão, que fica entre o Adriático e e belos edifícios, hotéis mais caros e prédios como esse, que como em toda a Europa, as roupas penduradas dão um charme especial.

Esses são os portões da muralha que fecha a cidade histórica.

Apesar da sinalização, saem e entram carros por todos 4. Alguns de ré. Mas não tem moleza pra turista, não pode estacionar em nenhum lugar sem pagar, caro. E não existe vaga dentro, eu tentei no dia que chegamos e me arrependi porque pra sair foi dureza. O lance é estacionar fora do muro, ainda assim é caro, mas quem tá na chuva…

Aqui uma viagem especial no STADTMAKT ou Green Market! Aquela hora que você pensa: acho que vou ficar morando aqui 😎

Este slideshow necessita de JavaScript.

Zadar como a maioria das cidades que visitamos é 100% pet friendly, conheci Lizbeth a viralata adotada Suíça que estava conhecendo Zadar na cestinha da bike de sua mami,

f9b59a20-d42f-4e47-bf2f-084bc00bf3d7

No dia de pegar estrada para Split eu abri mão do café da manhã do hostel e tomei café da manhã na rua, fui convidada para participar de uma foto de casamento pelo fotógrafo e o cinegrafista, que me fizeram posar como se eu estivesse fotografando os noivos e depois mostrando pra eles o resultado.

Estou no álbum de fotos na casa de um casal croata apaixonado ❤️ Zadar!

A pesca é incentivada desde sempre, nos finais de semana eles fecham parte da Riva, que fica exclusiva para crianças e adolescentes pescarem junto com pescadores profissionais que se candidatam a ensinar.

Eu havia lido que no final da Riva tinha esse cantinho especial,  fora da muralha, quase ninguém vai até ali porque acha que não vai ver mais nada, e seguindo a dica de alguém, fui… ainda bem 🤓

Hora de deixar Zadar, pausa para assistir o footing e se despedir da cidade que eu adorei, acho que deu pra notar.  Me senti na Itália, onde já estive 5 vezes e espero voltar outras tantas. A história de Zadar justifica esse sentimento e assim como na Italia, tem um quiosque de sorvete por esquina, deliciosos.

Próximo destino Split, mas vamos passar em Sibilek e Trogir!

Dica da Tati 2 : Sempre viaje com Seguro Viagem!

Deixe uma resposta