Um Dia, Um Hostel!

Nessa viagem minha estréia foi tripla, primeira viagem solo, primeira viagem de mochilão e primeira vez em um Hostel e já que era para saber como funciona, escolhi um quarto de 6, misto e banheiro compartilhado.

The Quisby Hostel 

img_2033

Não era programado e por isso foi apenas uma diária. Para para encaixar o Festival de Yazoo, cheguei um dia antes do programado em New Orleans e não tinha nada reservado. Incluir uma diária no hotel que eu já tinha reserva custaria US$300, porque fechei um hotel, bacanudo, numa promoção bacanuda com meses de antecedência. Com o dólar a R$4,34 tudo estava absurdamente caro e o hostel veio a calhar, US$40 doletas.

img_2034_hd.original

E foi perfeito, porque New Orleans é comprida e apesar de eu ser uma andarilha, ficar em 3 lugares, em 3 pontos diferentes facilitou para conhecer mais lugares sem depender de condução e sentir a diferença enorme que existe entre cada uma dessas regiões, de poder aquisitivo, arquitetura e inclusive cultural.

The Quisby Hostel tem nota 9,1 no Booking e é considerado o melhor de New Orleans. Como eu disse foi minha minha primeira experiência e me surpreendi, eu tinha uma ideia muito diferente, por preconceito obvio. Quarto, roupa de cama/ banho, banheiro (compartilhado), tudo limpíssimo e o respeito entre a galera é 100%. No quarto tinha um francês, uma inglesa, uma canadense, os outros 2 ou duas, não sei, porque chegaram e saíram enquanto nós dormíamos, num silêncio absurdo.

Minha chegada foi meio caipirona, sem saber como funcionava e fingindo ser super descolada, mas foi tranquilo, tomei banho, guardei minhas coisas no meu gavetão e sai para uma super caminhada, mas antes, para relaxar, estreei o bar, que tem um balcão bacana e uma carta de vinhos, cervejas e drinks bem completa!

dba69b28-4e75-4283-9ebe-fed4364a0f52

A localização é show, na St. Charles Avenue, no Garden District, uma avenida cheia de casas maravilhosas, restaurantes chics e lanchonetes como Popeye´s, Wendy´s, pubs, parques e universidades e uma das 3 linhas do charmoso bonde de New Orleans. E para quem chega de trem, meu caso, a Union Passenger Terminal fica a 1 km, fui a pé.

Tive que fazer algumas paradas estratégicas por causa da chuva. New Orleans é assim, está tudo lindo e cai um pé d’água. Para a sorte da população e dos visitantes o que não falta é bar para esperar a chuva parar e caminhar até a próxima, chuva, ou bar!

O café da manhã está incluso e é uma delícia, completíssimo, inclusive com opções para a galera gluten free, lactose free,  e pra galera bacon, Nutella, também.

img_2041_hd.original

Resumindo, com toda certeza, Hostel passa a ser oficialmente uma opção para minhas próximas aventuras!

Deixe uma resposta

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: