Os Patos do Peabody Hotel!

Nos anos 30, Frank Schutt, gerente geral do Peabody Hotel voltou de uma viagem de caça no Arkansas e achou que seria divertido colocar alguns patinhos na bela fonte de Peabody.

Em 1940, Pembroke, um ex-treinador de animais de circo, ofereceu ajuda e foi contratado pelo Peabody e tornou-se o Peabody Duckmaster. Por 50 anos, até sua aposentadoria em 1991, ele cuidou e conduziu os patinhos na famosa Peabody Duck March, que quase 90 anos depois da marcha inaugural, se repete diariamente às 11 e 17hs.

Esse foi o início de uma tradição que está entre as Top 10 atrações de quem vai a Memphis. E eu não resisti. No meu último dia de Memphis estava lá eu, às 10h50, disputando com crianças e marmanjos, um espacinho para assistir a marcha dos patinhos. As fotos ficaram horríveis porque pato corre, porque não são pets ensinados, óbvio, porque a luz não ajuda e porque a concorrência para fotografar é grande.

O prédio do hotel é lindíssimo e o lobby naquele estilo de filme americano antigo, super estiloso, com lustres e decoração maravilhosos.

A cena : Um dos elevadores chega, sai o Peabody Duckmaster e estica o tapete vermelho, da porta do elevador até a belíssima fonte. Ele conta toda essa história, deixa todos curiosos, as crianças maluquinhas e sobe para o roof top.

Alguns minutos depois a porta do elevador se abre e chegam os 5 patinhos e ele. Os patinhos descontrolados, precisam ser guiados por uma varinha e acabam chegando na fonte.

Ali ficam “patando” por aproximadamente uma hora, ganham um belo punhado de ração e sobem para seus aposentos, no Royal Duck Palace.

São cinco patos-reais norte-americanos, um macho com gola branca e cabeça verde e quatro fêmeas com plumagem menos colorida.

Pato não é uma opção em nenhum dos pratos dos 8 restaurantes do Peabody e nunca mais foi visto em seus cardápios desde sua reabertura em 1981, tornando o Chez Philippe, um dos mais caros de Memphis, provavelmente o único restaurante francês do mundo a não oferecer pato.

Quando os patinhos estão de folga, aproximadamente 22 horas por dia, eles vivem no Royal Duck Palace, na cobertura do hotel.

Foto do site do The Peabody
Foto do site do The Peabody

A estrutura que custou US$200.000 é feita de mármore, vidro e bronze. Tem uma réplica do hotel com um quintal macio onde os patinhos podem se aninhar.

Os Peabody Marching Ducks já apareceram no “The Tonight Show com Johnny Carson”, “Sesame Street” quando Bert e Ernie celebraram o Rubber Ducky Day, “The Oprah Winfrey Show” e na revista People, na edição Sports Illustrated Swimsuit.

Criados por um fazendeiro local, cada time de Peabody Ducks “trabalha” no hotel por apenas três meses, quando se aposentam e voltam para viver livres na fazenda.

E a dica é, vá vê-los quando em Memphis, é de graça, o hotel é lindo e a dedicação dos profissionais envolvidos merece o prestígio.

4 comentários em “Os Patos do Peabody Hotel!

Adicione o seu

Deixe uma resposta

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: