O Khadro Ling!

Já fui a muitos lugares inesquecíveis, mas alguns marcam e se tornam especiais, e o Khadro Ling sem dúvida estará para sempre na minha entre estes na minha memória.
Até fotografar é difícil, apesar do dia lindo e o clima perfeito, me senti deslumbrada.

O Khadro Ling é um Templo Budista e não é uma área turística e nem tem fins lucrativos, mas está parcialmente aberto ao público. Silêncio, não matar insetos, não fumar, por exemplo, são regras básicas. E não atrapalhe o descanso dos viralatas, por favor!

Toda essa beleza e magia fica no Rio Grande do Sul, na cidade de Três Coroas e a dica é a seguinte: quando for a Gramado, desembarque em Porto Alegre e o Templo está a 100 quilômetros, ou a 30 de Gramado. Verifique no site que eu linkei acima as informações de horário e se programe para passar lá na ida ou na volta, tenho certeza absoluta que esse trecho deixará de ser apenas um traslado. Reserve umas duas horinhas no mínimo, porque o lugar é a maior viagem, eu garanto.

Pensei logo no Natal, que é um período que Gramado fica ainda mais lindo, mas infelizmente O Khadro Ling estará fechado para visitação pública no período de 17/12/2018 até 9/1/2019.

A História do Chagdud Gonpa KHADRO LING

“Em 1991, S.Ema Chagdud Tulku Rinpoche visitou o Brasil pela primeira vez. Em 1994, foi convidado para vir ao Rio Grande do Sul. Encantado com a beleza da serra gaúcha e com o interesse dos praticantes pelo budismo, Rinpoche procurou terrenos na região para estabelecer um centro.
Em 1995, Rinpoche mudou-se para onde hoje está o Khadro Ling. O centro contava apenas com poucas construções.

Nessa época, o Khadro Ling começou a entrar no roteiro turístico da Serra Gaúcha e a receber grupos de turistas diariamente. Era vontade de S.Ema. Chagdud Rinpoche que todas as pessoas fossem inspiradas positivamente com a visita.

Em 2000, doze praticantes entraram em retiro em uma casa especialmente feita para retiros. Cinco deles fizeram o primeiro retiro de três anos no Brasil sem contato com o mundo externo. Essa é uma prática comum no Tibete, mas, até então, ainda nova no Ocidente, em especial na América Latina.

Em 2001, um novo prédio começou a ganhar vida: a Casa Amitaba, parte integrante de um programa educacional dedicado a diversas ações que lidam com cuidados paliativos, apoio ao luto e prevenção ao suicídio entre jovens.
Mudança de rumos
Em novembro de 2002, durante um retiro com a presença de 250 praticantes de todo o país, Rinpoche morreu após dois dias de ensinamentos e intensa prática espiritual. Incansável, ele ensinou até tarde da noite de sábado, 16 de novembro. Sua morte aconteceu na madrugada do dia 17 de forma extraordinária. Por seis dias, ele permaneceu em um estado de profunda meditação antes de a consciência deixar seu corpo.
A presença física de Rinpoche foi uma grande inspiração, porém sua morte não comprometeu a continuidade de suas atividades. Se o corpo partiu, sua energia se manteve impulsionando lamas e praticantes. Sua esposa, Chagdud Khadro, assumiu a direção espiritual do centro: ensinando, inspirando e realizando projetos.

Terra Pura
O principal deles foi a Terra Pura de Padmasambava, um segundo templo idealizado por Rinpoche. A construção começou em 2003. Artistas e lamas do Nepal e Butão vieram morar no Khadro Ling para decorar e abençoar o prédio.
O trabalho contou com a ajuda de dezenas de pessoas que ofereceram recursos financeiros ou trabalho voluntário. O templo foi concluído em dezembro de 2008 e consagrado num evento com a presença de grandes lamas.
Visite o site da Terra Pura e saiba mais sobre a Consagração.
Esse é apenas um resumo da história do Khadro Ling. A cada dia, novas linhas são escritas pelos praticantes, lamas e visitantes. São eles, e sua intenção de se conectar com o que há de mais puro em suas mentes e corações, que transformam uma terra com alguns prédios e movimentos em um local sagrado.”

5892850532_fa1216c7a3_o5971495593_8ffd302d7a_o5889344529_30baa22440_o5888563376_a5537f7a32_o

 

Deixe uma resposta

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: