New York, New York e as Forever!

Em 2013 tive a alegria de reencontrar algumas amigas de infância, adolescência, escola, faculdade, clube, piscina, enfim, aquelas que a gente cresce e apronta muito junto, mas depois a vida acaba nos afastando.

Mas graças ao polêmico Facebook, a vida nos juntou e agora não separa mais.

Marcamos um primeiro encontro, na casa de uma das amigas, que mora em uma chácara, entre o Rio e São Paulo, que convidou e acomodou a galera e seus respectivos.

Dali nasceu a idéia, que mais parecia um sonho, de irmos para Nova York.

Ninguém, pelo que me lembro, estava com passaporte e/ ou visto em dia, ninguém nadava na grana e em comum todas tinham apenas um objetivo, realizar o sonho que acabará de nascer.

Uma data, nossa, éramos 9, impossível haver unanimidade.

Duas moram na Flórida, fácil! 

Uma em Belo Horizonte.

Outra em Xerém, ela que juntou toda a galera.

Três no Rio.

Eu em Sampa.

E claro, a anfitriã, mentora e organizadora da coisa toda, morava em NYC.

Não foi fácil, a idéia nasceu em abril, em junho nossa amiga anfitriã de Xerém marcou uma festa junina, lá fomos nós. Finalmente marcamos a data, um dia ‘x’ do mês de outubro de 2013. 

Bora correr atrás da documentação.

Tivemos uma grande tristeza, a amiga de Xerém, responsável pelo reencontro inicial e muitos outros que aconteceram depois, não conseguiu o Visto americano. Já tínhamos inclusive todas passagens compradas e não teve jeito, ela ficou. Foi muito, mas muito triste mesmo, mas infelizmente não temos nenhum controle sobre isso, ela chegou a tentar duas vezes, mas não rolou.

Seríamos 9, mas fomos as 8.

O tempo voou, outubro chegou, nós do Brasil nos encontramos no aeroporto de Guarulhos e fomos, no mesmo voo (coitados dos passageiros), imaginem 4 mulheres num voo noturno pondo a conversa em dia…

Chegamos lá e no JFK estavam as que foram da Florida, nossa amiga “local” e uma van. 

Claro, 8 mulheres e suas respectivas bagagens, só mesmo numa van. 

É difícil descrever essa viagem, não é fácil andar em grupo, não é simples driblar os humores, satisfazer todas as vontades e driblar todos os humores. Não estamos falando de um grupo de excursão de escola, pelo contrário, apesar da nossa aparência jovial hehe, todas somos bem crescidinhas, cheias de mania e vontade própria, eu ganhei a fama de mimada, nem imagino o motivo (risos).

Tudo isso foi facilmente resolvido com uma leve ditadura, porque com essa mulherada muita democracia pura não funciona. 

Foi uma semana intensa, a gente acordava e dormia com agenda feita, show, musical, passeio no Hudson River para assistir ao pôr do sol e a melhor luz, Broadway, St Patrick, passeio de bike no Central Park, Top of the Rock, Fuerza Bruta, High Line, Empire State, One World Trade Center e outros pontos turísticos, foram apenas o bolo. Baladas, bares e restaurantes previamente reservados, foram as cerejas do nosso roteiro. 

Nossa anfitriã arrasou e foi ela quem despertou em mim o gosto por planejar viagens, o que a gente fez em uma semana jamais teria sido viável sem um prévio planejamento e se fosse teríamos gasto o dobro de grana, que cá entre nós, já não foi pouca.

Dica importante, para quem insiste em viajar e ir às compras, reveja seus conceitos (risos)

Nossas compras foram suspensas (risos), sim, tivemos pouquíssimo tempo “livre” pra sacolar. Quem levou listinha de encomenda se virou para comprar sem perder nada da intensa programação. Eu confesso que não sou chegada em comprar em viagem, acho um porre, acho uma perda de tempo, não gosto de carregar peso e mesmo assim voltei com a mala explodindo. Imagina se ela tivesse deixado a gente ir aos outlets LOL LOL LOL

Um brinde à amizade!

Cheers Forevers !!!

 

4 comentários em “New York, New York e as Forever!

Adicione o seu

Deixe uma resposta

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: